Mário Alexandre é o novo Treinador Principal dos Juvenis

Entrevista

O GD Samora Correia apresenta Mário Alexandre como o Treinador Principal da equipa de Juvenis para a próxima época desportiva.

Como vês este teu regresso ao clube e como o encontras-te?

Este regresso ao GDSC acontece de forma natural. Os dirigentes conhecem-me sabem aquilo com que podem contar e para mim é aliciante poder, passados alguns anos, voltar a trabalhar com jovens atletas e tentar melhorar individual e coletivamente as suas capacidades técnicas e tácticas. Relativamente ao clube o que posso dizer é que os seus dirigentes pretendem melhorar ainda mais a organização e funcionamento do futebol de formação tendo em vista a melhoria objectiva de resultados e isso é bom.

Como treinador do clube, conseguiste promover uma equipa da formação aos campeonatos nacionais. Consideras uma herança pesada para quem está a regressar?

No futebol não há heranças pesadas para quem tem a experiência de lidar com situações de grande intensidade competitiva e de disputa de competições com subidas de divisão. E esse é o património que tenho e que foi adquirido ao longo dos anos quer como jogador quer como treinador. Isso consegue-se com muita disciplina, exigência, espírito de grupo e uma forte atitude competitiva. Os próprios jogadores vão ter que estar preparados para essa exigência. A equipa que foi campeã distrital de iniciados pelo GDSC em 2008/2009 era um grupo de atletas que era o exemplo daquilo que referi anteriormente.

Esta geração com que irás trabalhar, foi a mesma que atingiu a subida de divisão no escalão de iniciados, em 2018/2019. Numa altura de grande indefinição mundial e nos campeonatos portugueses, que poderemos esperar desta equipa na próxima época?

Relativamente ao plantel da equipa de juvenis não posso adiantar muita coisa para já porque só agora me vou inteirar e conhecer o quadro de jogadores. Conheço alguns atletas que já foram meus jogadores no escalão de infantis e pretendo inteirar-me, com algumas pessoas do clube, acerca dos restantes elementos. O que eu posso dizer é que a equipa de juvenis do GDSC irá disputar de forma muito competitiva todos os jogos com o objectivo de os vencer. Há muitos anos que o GDSC está na segunda divisão neste escalão e penso que está na hora se subir.

Que mensagem podes deixar desde já aos atletas que irão compor o plantel juvenil do clube?

A mensagem que posso transmitir é de grande exigência, disciplina e ao mesmo tempo de confiança no trabalho que vai ser desenvolvido. Para podermos ter sucesso teremos de funcionar como equipa e com grande humildade. O resto é treinar bem e jogar melhor.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter